Prefeitura do Natal

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Chatô

Editora não deverá indenizar ex-empregada de Chateaubriand citada na biografia "Chatô - O Rei do Brasil" como suposta amante do jornalista. 

A mulher alegou que sua imagem e sua história foram publicadas sem autorização prévia. 

Para o relator, desembargador Carlos Alberto Garbi, da 10ª câmara Civil do TJ/SP, a autorização não seria necessária, uma vez que a obra retrata fatos da vida de um dos homens públicos mais influentes do país. 

Migalhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário