Prefeitura do Natal

segunda-feira, 30 de abril de 2018

Contas de Robinson de 2017 não batem. TCE dá 10 dias para explicações

Resultado de imagem para robinson faria
Mais problemas 
Ainda não foram julgadas as contas reprovadas do governo Robinson Faria de 2016, pela Assembleia Legislativa do RN, e o gestor estadual já se vê em outra demanda legal na jurisprudência do Tribunal de Contas do RN, relativas a 2017. 

Recentemente, o governador pediu ao TCE 10 dias de dilação de prazo para apresentar defesa no processo de "Acompanhamento da Gestão Fiscal do Executivo Estadual 2017-2018”. Foi atendido. 

Os erros 
Nos autos, relatados pelo conselheiro Tarcísio Costa, foram detectadas divergências de R$284 milhões entre o Demonstrativo de Despesa com Pessoal e as apresentadas no Sistema Integrado de Administração Financeira do Estado (SIAF), produzindo reflexos na Lei de Responsabilidade Fiscal. 

As recomendações 
O TCE recomendou ao governo Robinson que contabilize todas as despesas de pessoal terceirizado, como médicos plantonistas por exemplos, no cálculo do limite das despesas com pessoal e as publique para garantir a devida transparência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário