Prefeitura do Natal

Prefeitura de Parnamirim

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Consumo para a Copa do Mundo ainda não empolga em todo o país, mas média de intenção do potiguar é maior que a nacional

Faltando três dias para a bola rolar na Copa do Mundo da Rússia, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgou nesta segunda-feira, 11, o resultado da pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias de produtos relacionados ao Mundial de Futebol 2018.

 No Rio Grande do Norte, apenas 28,2% das famílias potiguares irão às compras durante a Copa, número é superior à média nacional que registrou 24,1% de intenções de consumo.

“Apesar do número do Rio Grande do Norte ser 4.1 pontos percentuais maior que a média nacional, o levantamento mostra que a população não se empolgou ainda com a Copa do Mundo de Futebol e isso se deve, a nosso ver, muito ao cenário ainda complicado da nossa economia. Não podemos esquecer que temos mais de 13% da nossa população desempregada, sendo que no RN são quase 15%. Temos, também, índices ainda altos de inadimplência e endividamento. Mas nós temos a expectativa de que, a medida em que os jogos forem acontecendo e, de acordo com o desempenho da nossa seleção, possamos registrar um aquecimento maior nestas vendas, o que será muito positivo para o comércio", afirmou o presidente em exercício da Fecomércio RN, Gilberto Costa.

A intenção de gasto apontada pela maioria dos entrevistados (41,1%) foi de mais R$ 300, 23,4% vão gastar até R$ 100 e 22% dos entrevistados pretendem desembolsar até R$ 200. Os produtos mais procurados pelos consumidores serão itens de vestuário masculino, feminino e infantil (9,4%), alimentos e bebidas (8,2%); e aparelhos televisores (7,4%).

A pesquisa da CNC também apurou em qual local será o consumo do principal item de consumo, alimentos e bebidas. Mais de 65% irão consumir os produtos em casa, contra 17% das intenções voltadas para o consumir em bares e restaurantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário