Prefeitura do Natal

sábado, 28 de julho de 2018

Médicos são demitidos por socorrer manifestantes feridos na Nicarágua

Resultado de imagem para protestos nicaragua
O Centro Nicaragüense de Direitos Humanos (CENIDH) denunciou a demissão arbitrária de 40 médicos de diferentes especialidades, e técnicos hospitalares, que atendiam no Hospital Oscar Danilo Rosales – HEODRA.
O motivo teria sido o socorro a manifestantes feridos e apoio aos protestos contra o presidente Daniel Ortega.
O Cenidh diz que as demissões constituem um crime que viola o direito à saúde e à vida da população, sendo o presidente Daniel Ortega o único responsável por este ultraje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário