Prefeitura do Natal

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Judiciário potiguar tomou nota baixa...

Nota baixa
O Tribunal de Justiça levou um “puxão de orelhas” do CNJ. Foi reprovado nos quesitos: gastos com magistrados, gastos com servidores e demora em dar baixa em sentenças. Os dados do CNJ foram esmiuçados por esta Tribuna do Norte na edição de ontem (28).  

Sem merecimento...
Não resta dúvida que a nota negativa vai pesar nas intenções da magistratura em se autoconceder reajuste financeiro.  Ou seja, mal avaliado não tem merecimento.

Justiça potiguar se defende...

e diz que, no relatório Justiça em Números 2018, o TJRN atingiu percentual de 88% no Índice de Produtividade Comparada da Justiça (IPC-Jus).  Esse número deixa o judiciário potiguar como o terceiro melhor entre os 12 tribunais considerados de pequeno porte, e em 10º lugar considerando todos os 27 TJs.

... Com Merecimento
                A Justiça Federal no Rio Grande do Norte é a única Seção Judiciária que, pela quinta vez, ganhou o título de 100% do IPC-Jus (Índice de Produtividade Comparada), conferido pelo Conselho Nacional de Justiça a partir da produtividade do Poder Judiciário. 

Quinta Jurídica
O Juiz Federal Rodrigo Carriço, que atua na Subseção da JFRN em Pau dos Ferros, é o novo coordenador científico da Quinta Jurídica.
Tribuna do Norte, 29 de Agosto

Nenhum comentário:

Postar um comentário