sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

CMN vai demitir servidores


Duro e desumano
                No discurso que fez ontem (13) para os deputados estaduais na Assembleia, por ocasião de entregas de medalhas, a governadora eleita Fátima Bezerra pediu união para tirar o RN “de uma crise muito dura”. Prometeu um governo de “diálogo, transparência e muito esforço.” Também cobrou do atual governo uma resposta para os servidores com salários em atraso. “É desumano”, lamentou.  
               
Suspense
Aliás, há certa expectativa em torno dos discursos da governadora eleita na diplomação, dia 19 de dezembro no TRE, e na posse efetivamente, na data de 01 de janeiro.
A equipe de Transição vai apresentar o relatório de como se encontra a administração estadual ao novo governo e depois entram em recesso até a posse.

Lógica inversa
                Quem consegue entender o raciocínio de alguns vereadores de Natal? Se não há dinheiro para quitar débitos, ao ponto de demitir servidores, como tem para aumentar a verba de gabinete dos parlamentares de R$ 18 mil para R$ 22mil?
                A vereadora Eleika Bezerra tem razão quando disse: “Eu acho que estão brincando com o dinheiro público”.

Tribuna do Norte, 14 de dezembro

Nenhum comentário:

Postar um comentário