terça-feira, 30 de abril de 2019

Desserviço

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) quer mesmo excluir o educador Paulo Freire da condição de patrono da educação no Brasil. 
Mas, para referendar suas intenções, vai precisar do Congresso Nacional. Espera-se bom senso dos representantes do povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário