domingo, 19 de maio de 2019

Pesquisa da UFRN é única do Norte e Nordeste selecionada pelo Instituto Serrapilheira

Vida Marinha 
Prof Guilherme Ortigara Longo, Dep de Oceanografia e Limnologia da UFRN, teve pesquisa selecionada pelo Instituto Serrapilheira, que avalia os potenciais impactos globais nos oceanos e sobre a vida marinha, vai receber R$ 1 milhão para trabalhar durante três anos.

Coluna Rosalie Arruda
Tribuna do Norte, 18 de maio 

Atualizado
Segundo o professor Guilherme Longo, o estudo possui diferentes frentes de atuação, uma delas é a ecologia histórica com a recuperação do passado dos recifes brasileiros, além da previsão do futuro com modelos matemáticos baseados em dados disponíveis e em simulações no laboratório. 

Haverá ainda o monitoramento científico dos corais, utilizando modelos 3D e biologia molecular, bem como o acompanhamento cidadão, no qual qualquer pessoa pode participar via redes sociais, compartilhando fotos com a hastag #deolhonoscorais.


O Instituto Serrapilheira 
              é uma instituição privada sem fins lucrativos, cujo objetivo é financiar pesquisas de excelência com foco na produção de conhecimento e de divulgação científica. Do financiamento de R$ 1 milhão disponibilizado, R$ 700 mil são concedidos de forma incondicional. 

Os R$ 300 mil restantes estão condicionados à integração e formação de pesquisadores de grupos sub-representados em suas equipes de pesquisa. A adesão a esse mecanismo é voluntária, ou seja, os pesquisadores podem optar por receber ou não o valor destinado às práticas de estímulo à diversidade.

Doze pesquisadores trabalham no projeto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário