terça-feira, 7 de maio de 2019

Senadores defendem general Villas Bôas após ataques de Olavo de Carvalho

Parlamentares de vários partidos hipotecaram na tarde desta terça-feira, 07, no Senado, solidariedade ao general de Exército, Eduardo Villas Bôas, alvo de ataques do escritor Olavo de Carvalho, em sua conta no twitter.

Ontem, o ex-comandante do Exército rebateu o ideólogo do governo Bolsonaro dizendo que Olavo presta um "enorme desserviço ao país" ao criticar os militares no governo. Foi o suficiente para Carvalho, que vive nos Estados Unidos, escrever mais críticas e concluir dizendo que militares se escondem atrás de “um doente preso a uma cadeira de rodas”, numa referência à doença degenerativa que acomete o general.

A defesa de Villas Bôas partiu inicialmente na Comissão de Assuntos Econômicos, depois no Plenário com as falas dos senadores Jorge Kajuru (PSB-GO); Omar Aziz (PSD-AM); Randolfe Rodrigues (REDE) Telmário Mota (PROS-RR),  dentre outros.

A senadora Kátia Abreu (PDT-TO), por sua vez, disse que nem governos de esquerda, como o de Lula e o de Dilma Rousseff, alguém se atreveu a debochar das Forças Armadas.
veja também: Vice-líder do governo Bolsonaro no Senado chama Olavo de Carvalho de "velhaco", "maluco" e "debilóide"

Nenhum comentário:

Postar um comentário