segunda-feira, 3 de junho de 2019

MP vai investigar setor de saúde da Assembleia


Saúde para todos
A Promotoria de Defesa do Patrimônio Público está querendo saber se o setor de Saúde da Casa Legislativa potiguar está cumprindo com os critérios do SUS no atendimento à população que procura o serviço. Para investigar a prática adotada, o promotor da Coordenação de Saúde, Thibério César do Nascimento Fernandes, abriu inquérito civil.
Como se sabe, o atendimento médico pelo SUS é geral e irrestrito a qualquer cidadão, pelo visto,  a pratica no setor de saúde da Assembleia está sendo posta em dúvidas.

Os 14 servidores
O promotor também está questionando recebimento de salários em duplicidade por servidores cedidos e com lotação no Setor Administrativo da Assembleia Legislativa. Já foi requerido que a Casa apresente as cópias das fichas financeiras e funcionais, incluindo os termos cessão/requisição, de quatorze servidores.

Remédios garantidos
Alívio nas hostes das prefeituras potiguares cansadas pela falta de recursos para sobreviver.  A governadora Fátima e seus secretários deram palavra de escoteiro de que não vai mais haver atrasos nos repasses para as farmácias de atenção básica dos municípios e o programa de transporte escolar. A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn) sossegou. Por enquanto!!!! 

Tribuna do Norte, 01 de junho

Nenhum comentário:

Postar um comentário