terça-feira, 17 de setembro de 2019

TCE Condena ex-prefeito, engenheiro e procurador por contrato para retirar água do mar

Resultado de imagem para Prefeitura de Guamaré
Dessalinizadores salgados
A partir de denúncia na Ouvidoria do TCE-RN, o órgão passou a analisar possíveis ilicitudes no contrato de R$9,7 milhões entre a Prefeitura de Guamaré e uma empresa que faria a dessalinização da água do mar para utilização pelo município. 
A decisão final foi tomada à unanimidade pelos conselheiros que decidiram, cautelarmente, suspender futuros pagamentos à Acquapura Ltda e pela indisponibilidade dos bens do ex-prefeito Hélio Fonseca, secretários de obras, e da citada empresa até o valor de R$ 971 mil.
Também tiveram os bens indisponíveis o engenheiro responsável pelo projeto básico e o Procurador-Geral municipal à época.
Tribuna do Norte, 17 de setembro

Nenhum comentário:

Postar um comentário