quinta-feira, 24 de outubro de 2019

“Vem mais óleo por aí”, diz professor da UFPE

Leo Malafaia / AFP
Leo Malafaia / AFP
Verdade Secreta
Shell confirma “pequeno vazamento” de óleo em transferência marítima nas águas brasileiras. No entanto, uma carta obtida pela Reuters e enviada ao regulador ambiental brasileiro, Ibama, pela firma Triaina Agencia Marítima, disse "gotas de óleo derramadas no oceano" e que a pequena quantidade não pôde ser medida.
Essa ”mancha” ainda vai crescer!

“Vem mais óleo por aí”
Aliás, sobre o assunto, Moacyr Araújo, vice-reitor da Universidade Federal de Pernambuco e professor do Departamento de Oceanografia da instituição, disse ontem no Recife que ''cerca de 30% a 40% de tudo que nós estamos vendo ainda está no oceano''

Êita humanidade...
A Defesa Civil do Estado está com dificuldade de reconhecer notícias reais, das falsas, sobre o aparecimento de óleo em praias do litoral potiguar, o que tem dificultado bastante a confiabilidade e o monitoramento dos locais atingidos pelos vestígios de óleo.
A Defesa Civil pede que a população “tenha certeza da informação” antes de ligar para denunciar.
Simples, assim!

Óleo no Mar
A propósito, 1.841 pessoas se cadastraram como voluntárias para participar dos mutirões de limpeza dos óleos nas praias do estado, dentro da campanha #SeChegaraGenteLimpa.

Tribuna do Norte, 24 de outubro 

Nenhum comentário:

Postar um comentário