terça-feira, 24 de março de 2020

Comemorar o Dia das Mães em pandemia do coronavírus, não será nada fácil

Resultado de imagem para dia das mães
O perigo que está por vir...
As pessoas precisam se acostumar com os novos ritmos de vida na “Era coronavírus”. Dois deles, dos mais dolorosos, a quarentena e o confinamento social. Parece contraditório, mas, nessa época, manter-se afastado daqueles que amamos, é um gesto de amor.

... com a aproximação...
Estima-se que, no Brasil, a pandemia alcance o 14 de abril como pico máximo, tendendo a decair a partir de então. 
Fazendo figa!!!!!

...do mês de maio ...
No mês de maio vindouro, o número de casos permanecerá alto e, por conseguinte, as medidas de prevenção devem continuar. Aí onde mora o perigo!!!. Com menos registros do que no período inicial, a população pode querer relaxar nas condutas, através de uma falsa tranquilidade. Nesse período, a comunicação do governo será fundamental para refrear os ímpetos mais, digamos, calorosos.

... e o Dia das Mães
O segundo domingo de maio, Dia das Mães, pode ser o mais doloroso de todos os tempos pois as medidas de isolamento social devem se manter, para preservar a saúde das nossas mães. O difícil é que, até lá, já se passaram seis semanas de confinamento e a saudade aumenta gradualmente. Ainda assim, preservar a saúde dos mais velhos é prioridade zero um. Não se deve baixar a guarda, nesse momento para não correr enorme perigo. Com esse vírus não se brinca.
Tribuna do Norte, 24 de Março

Nenhum comentário:

Postar um comentário