sexta-feira, 15 de maio de 2020

A volta da Cloroquina

Bolsonaro diz que vai alterar protocolo de uso da cloroquina nesta ...
Na falta de tú, vai tú mesmo. 
Mesmo sem comprovação científica de sua ação contra o coronavírus em humanos, alguns setores da sociedade começaram a pedir a liberação da hidroxicloroquina para o tratamento da Covid-19.
Ontem, o Ministério Público Federal no Piauí pediu na justiça o uso imediato da droga em pacientes com a doença. 
A ação requer o uso em 48 horas após os primeiros sintomas.
No mesmo dia, o Conselho Regional de Medicina do RN condenou o lockdown proposto pelo Sindicato da Saúde e tomou posição a favor do uso precoce da hidroxicloroquina, “como forma de evitar agravamento”.

Corrida ao ouro
Essas ações pedindo a liberação da hidroxicloroquina já estão gerando uma nova onda pela aquisição do produto nas farmácias. Já rola em vários grupos sociais o desejo de adquirir o medicamento, que só é vendido por receita médica. Há profissionais que alertam para o risco do uso doméstico, sem um monitoramento cardíaco adequado, principalmente em pacientes idosos ou com co-morbidades.
Tribuna do Norte, 15 de maio

Nenhum comentário:

Postar um comentário