quarta-feira, 6 de maio de 2020

Hospitais municipais de São Paulo utilizam tecnologia inédita em tomografias

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo, em parceira com a Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo Diagnóstico por Imagem (FIDI) ativou o projeto de tecnologia inédito no Sistema Único de Saúde (SUS) para a realização da tomografia computadorizada à distância em hospitais da rede pública de São Paulo durante a pandemia por coronavírus. Cinco hospitais municipais receberam os containers com tomógrafos que já começaram a fazer os exames em pacientes suspeitos de covid-19 por um sistema automatizado. 

O novo modelo é capaz de realizar 1.500 exames por mês em cada container, chegando à capacidade de 12 mil tomografias para complementar o atendimento durante a pandemia.


O objetivo é aumentar a capacidade de diagnóstico para os casos com agravamento da covid-19 por meio da tomografia, sem necessidade de adaptação nas unidades de saúde.


Os equipamentos são conectados a um centro de comando, o que reduz os riscos de contaminação de profissionais por coronavírus.


Por esse processo automatizado, os técnicos especialistas ficam na sede da FIDI, no bairro de Cerqueira César, de onde controlam os equipamentos instalados nos containers. Por meio de um sistema de som e câmeras, cada paciente é orientado no local a se posicionar adequadamente para realizar o exame. Os pacientes também podem se comunicar com os técnicos por um sistema de autofalantes, acompanhados por enfermeiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário