quarta-feira, 3 de junho de 2020

9° boletim epidemiológico detalha distribuição dos casos de Covid-19 em Natal

Em Natal, até o dia 02 de junho de 2020, foram notificados 15.044 casos ao total, sendo destes, 6.635 prováveis, 3.431 confirmados e 4.978 descartados, com uma incidência de 388,06 por 100 mil habitantes.

O mapa de calor com os casos confirmados da covid-19 em Natal, no ano de 2020, revela áreas com concentração de casos em todas as regiões do município. Os distritos sanitários Norte e Leste registraram áreas com maior intensidade de casos confirmados. No distrito Leste os bairros com o maior número de casos próximos foram Rocas e Ribeira. Já na região norte, Potengi foi o bairro que apresentou a maior intensidade de casos.

Em relação ao número de casos confirmados, constatou-se 3.431 casos em Natal, sendo o distrito sanitário sul com o maior percentual de registros (31,50%), seguido do distrito leste (26,06%) e do distrito sanitário oeste (15,54%). Quando analisada a proporção dos óbitos por distrito sanitário, a região oeste se destaca com 26,96% dos casos.

Sobre a faixa etária dos contaminados, é predominante o grupo de 20 a 39 anos (39,03%) e entre 40 a 59 anos (37,65%). Também é notório que não há grandes disparidades quanto ao número de registros por sexo, sendo 53,36% eram do sexo feminino e 46,64% do sexo masculino.

Já sobre os óbitos, percebe-se que o maior número pela covid-19 está presente na faixa etária de pessoas com mais de 80 anos. Vale ressaltar também que 39,29% dos casos registrados no município foram recuperados, e que a letalidade da doença está em torno de 3,35%, inferior à taxa nacional que é de 6,8%.

Em relação aos leitos destinados ao covid-19 na capital, o novo boletim aponta que a maior parcela deles já se encontram ocupados. Ressaltando que a UPA Esperança, UPA Cidade Satélite, UPA Pajuçara, UPA Potengi estão atendendo acima de sua capacidade. Outro fato importante é que do Hospital Municipal, que está funcionando com dois ambientes estruturados e com a capacidade de Unidade de Terapia Intensiva, têm um desses ambientes totalmente ocupado e o outro funcionando com 20% dos leitos disponíveis. Dos 5,02% dos registros que estão internados, 63,84% estão em unidades de tratamento intensivo e 36,16% estão leitos de enfermaria. 

fonte:Assessoria



A partir da 18º semana epidemiológica, período que compreende as datas de 26 de abril a 2 de maio, houve grande expansão dos casos da covid-19, especialmente nas regiões Norte e Oeste, que são áreas historicamente mais vulneráveis e a alta taxa de transmissão nesses bairros reflete diretamente no uso do serviço público de saúde.



Para conferir o Boletim Epidemiológico número 09 completo, basta acessar o site: https://coronavirus.natal.rn.gov.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário