quarta-feira, 1 de julho de 2020

TCE orienta gestores acerca da devolução do auxílio emergencial recebido indevidamente por servidores públicos

Transmissão de pensamento
A Corte de Contas expediu ofícios para gestores públicos do Estado, prefeituras e câmaras municipais, com orientações acerca da devolução dos valores do auxílio emergencial de R$600 recebidos indevidamente por 9.867 servidores públicos do RN, totalizando R$ 6,6 milhões.

Contas reprovadas
O Tribunal de Contas do RN emitiu parecer desfavorável às contas da Prefeitura Municipal de Pedro Avelino, relativas ao exercício de 2013, responsabilidade de Sergio Eduardo Bezerra Teodoro (Sérgio Cadó).
Rosalie Arruda
Tribuna do Norte, 01 de junho

Nenhum comentário:

Postar um comentário