domingo, 23 de agosto de 2020

Deputado quer excluir igrejas da lei que obriga cartazes contra homofobia

Cartazes contra a homofobia ...
A Lei do deputado Sandro Pimentel que obriga a afixação de cartazes em órgãos públicos e privados, informando que é crime atos de discriminação em virtude de orientação sexual e identidade de gênero, sancionada esta semana, já pode sofrer alteração.

...Nos templos não!!!!!
Isso, se o parlamento estadual concordar com a tese do deputado Albert Dickson (PROS) que propõe a exclusão da obrigatoriedade dos cartazes nos locais de culto, instituições privadas de ensino confessionais, seminários de formação religiosa, etc... Também ficam fora as condutas praticadas no exercício da liberdade de consciência e de crença.

...Não pode ...
“Louvamos a iniciativa da Excelentíssima Governadora... não há que se falar em atos de homofobia em ambientes destinados ao culto religioso, onde é natural que haja divergência quanto ao tema, e onde deve ser garantido, de forma plena, o exercício da liberdade de consciência e de crença”, justifica Dickson.
Tribuna do Norte, 22 de agosto

Nenhum comentário:

Postar um comentário