domingo, 30 de agosto de 2020

Respiradores: "nenhuma ilicitude imputável ao Secretário", diz procurador

Salvo pelo gongo!!
O Procurador-Geral de Contas, Thiago Guterres, do TCE/RN , deu uma espécie de “salvo conduto” ao secretário Estadual de Saúde, Cipriano Maia, com relação à má-fé na compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste. 
No parecer, entre outras conclusões, ele explica que, ... “a notória não configuração, por ora, de nenhuma ilicitude imputável ao Secretário de Estado da Saúde Pública, Cipriano Maia de Vasconcelos”.
Ufa!!!!
Tribuna do Norte, 30 de agosto

Nenhum comentário:

Postar um comentário