segunda-feira, 3 de agosto de 2020

TRT suspende transferência de empregada da Petrobras que alegou cuidar da mãe

Saúde em primeiro lugar ...
O Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RN) autorizou uma funcionária da Petrobras que cuida da mãe de 89 anos, a permanecer trabalhando no Estado durante a pandemia do novo coronavírus. A servidora havia sido transferida para Vitória-ES.
A decisão foi do desembargador Eridson João Fernandes Medeiros, “torna-se necessário, neste momento atípico de gravidade, advindo da calamidade sanitária, salvaguardar um bem maior, assegurado constitucionalmente, qual seja, a saúde do empregado e da sua mãe”.
Tribuna do Norte, 30 de junho    

Nenhum comentário:

Postar um comentário