quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Vacina da Pfizer induz resposta imune contra o novo coronavírus, mostra estudo preliminar

Um dia após o anúncio de registro da vacina russa Sputnik V gerar dúvidas por falta de transparência sobre testes clínicos, um estudo publicado na revista científica Nature mostrou que a candidata da farmacêutica Pfizer e do laboratório BioNTech, BNT162b1, é promissora. Os resultados são preliminares e indicam que a vacina desenvolveu uma resposta imune robusta e não apresentou efeitos colaterais graves . Eles correspondem às duas primeiras fases da pesquisa.

Aconteceu hoje: a Rússia informou que o primeiro lote de sua vacina estará pronto para ser aplicado em médicos em duas semanas. O ministro da Saúde, Mikhail Murashko, atribuiu as críticas à vacina à competição entre países e farmacêuticas. O imunizante ainda não concluiu os testes em estágio avançado.

Fonte:O Globo


Nenhum comentário:

Postar um comentário