quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Paris incluída em "zona de alerta" devido à Covid-19



A França enfrenta uma nova "situação crítica" relacionada à pandemia de coronavírus.
A maioria de suas grandes cidades, incluindo Paris, está em uma "zona de alerta" reforçada ou máxima por causa da Covid-19.
Placa de gelo maior que Paris se desprende na Groenlândia
O ministro da Saúde, Olivier Véran, anunciou, nesta quarta-feira, 23 de setembro, durante coletiva de imprensa, uma situação epidêmica que "exige que tomemos medidas adicionais", pois "a circulação vírus continua a aumentar acentuadamente”. 
A França apresenta uma taxa de transmissibilidade do vírus acima de 1, e a parcela de pacientes com Covid-19 em terapia intensiva é de 19%, além de possuir quase 6.000 pacientes hospitalizados.
Agora, o país será dividido em várias zonas de alerta - vermelho, alerta aprimorado e alerta máximo - dentro das quais as restrições, reavaliadas a cada quinze dias, podem ser reforçadas a fim de conter a propagação da epidemia de Covid-19.

Espanha
Na Espanha, quando o estado de emergência terminou, em 21 de junho, o país registrava de 100 a 150 casos por dia. 
Esse número aumentou para mais de 3 mil.
Atualmente, o país tem o maior crescimento no número de casos na Europa, quando considerados os diagnósticos positivos por 100 mil habitantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário