sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Escritor Alex Nascimento foi atropelado e faz exames no Hospital do Coração

"Olá!
Quero que você fique tranquila/tranquilo, porque o pior já passou.
Ontem por volta das 17:55, Alex foi atravessar a rua lá de casa, em frente ao prédio, e não observou uma moto que vinha com uma certa velocidade.
Não deu outra (como dizia uma tia muito querida de Alex, Tia Inês).
A moto o atropelou.
Eu tinha acabado de chegar do trabalho, estava tentando abrir o portão do prédio.
A cena foi terrível!
E olha que não vi o atropelamento em si.
Desci do carro e ele estava estendido perto da traseira do meu carro.
Inicialmente desmaiado, e respirando com dificuldade.
Aos poucos foi respondendo aos estímulos sonoros e carinhos meus e dos amigos da rua.
Todos da rua foram muito prestativos.
Alex faz jus ao título de: O Bardo da Rua São João.
A SAMU nós levou para o Walfredo Gurgel e lá ele teve os primeiros atendimentos. Ontem mesmo, depois que certificado que o quadro dele estava estável, procedemos com a transferência.
Já estamos no Hospital do Coração, aguardando cirurgia.
O saldo do susto de ontem foi:
- Um corte na cabeça.
- Uma pequena hemorragia no cérebro. (Tem que repetir a tomografia para observar).
- Uma fratura do ombro esquerdo.
- Uma fratura em uma das costelas.
- Uma pequena hemorragia no pulmão, perto da fratura da costela (Tem que repetir tomografia para observar).
- Uma fratura em uma das vértebras da lombar. (Não lembro qual agora).
- Uma fratura na Bacia.
- Fratura na fíbula e tíbia da perna direita.
- Muitas escoriações nas costas e dedos dos pés.
- E um corte profundo no antebraço direito.
Ele está consciente, mas repetindo algumas coisas; vou conversar com o neurologista antes da tomografia de monitoramento.
Assim que o ortopedista chegar ao hospital, agora pela manhã, vai me dar uma posição sobre a cirurgia e eu atualizo vocês.
Obrigada pelo carinho.
E agradeço preces, orações e rezas.
Vamos precisar! 
Mas também temos que agradecer, porque a situação foi feia e parafraseando o neurocirurgião que o atendeu na Urgência: "Dos males, os menores. Tudo que ele tem é tratável. Para o impacto, ele está bem".
Por fim, uma notícia boa:
O humor inconfundível permanece.
Ele falou uma frase engraçado quando Ugo (filho) entrou pra vê-lo e até cantou no setor de Politraumatismo.
E claro, já fez amizade com todas as enfermeiras."

Mariana Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário