quarta-feira, 4 de novembro de 2020

PF procura advogado que sacou R$4 milhões usando procuração falsa, no Recife

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quarta-feira (4), uma operação para investigar o saque ilegal de R$ 4 milhões em precatório, no Recife. Segundo a PF, um advogado teria retirado o valor utilizando uma procuração pública feita com base em um documento de identidade falsificado.
O dinheiro foi retirado em 1º de setembro. "De lá para cá, [ele] tem feito diversas movimentações bancárias que nós estamos averiguando", apontou o delegado federal Dário Márcio Sá Leitão. O saque foi descoberto depois de a verdadeira beneficiária do processo comparecer à Caixa, segundo a PF.
A Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB-PE) informou que o "Tribunal de Ética e Disciplina (TED) da instituição abrirá, de ofício, um procedimento ético-disciplinar para apurar a conduta do profissional".
As informações são do G1PE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário