Home

Anúncio Publicitário

header ads
O governo vai editar uma medida provisória com as medidas de compensação que permitirão reduzir a zero o imposto federal que incide sobre o diesel e o gás de cozinha (GLP). A MP indicará três ações: o aumento de imposto cobrado sobre bancos, a imposição de limites à isenção do IPI de carros para pessoas com deficiência e o fim de Regime Especial da Indústria Química (Reiq), que beneficia o setor petroquímico.

A compensação é uma exigência da Lei de Responsabilidade Fiscal. A redução do PIS/Cofins sobre o diesel e o GLP vai custar R$ 3,6 bilhões. O valor zerado sobre o combustível valerá por dois meses, março e abril, enquanto a redução sobre o gás será permanente.

Em destaque: a Petrobras anunciou novo reajuste de preços da gasolina, o quinto do ano — o combustível acumula alta de 41,3%. O diesel também será reajustado, porém pela quarta vez, o que representa alta de 34,1% em 2021.

Bastidores: a necessidade do novo reajuste já havia sido informada ao Conselho de Administração na semana passada. O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, deu ordem para que seja mantida a paridade dos preços — ele deixará o cargo em 20 de março, demitido pelo presidente Jair Bolsonaro. A estatal estuda uma mudança no período usado para aferir a aderência entre os preços no país e no cenário internacional.

Resumo de oOGlobo



Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

Moura

Anúncio Publicitário

GOV RN