quinta-feira, 19 de agosto de 2021

Ministro da Educação volta a atacar crianças com deficiência. "é impossível a convivência"

A visita do ministro da Educação, Milton Ribeiro, ao Recife, nesta quinta-feira (19), para a reabertura do Museu do Homem do Nordeste, foi marcada por declarações polêmicas, no mesmo molde das anteriores.

No começo deste mês, Ribeiro em entrevista ao programa 'Sem Censura', da TV Brasil - ele disse que crianças com deficiências "atrapalhavam" os demais alunos sem a mesma condição quando colocadas na mesma sala de aula.

Hoje, Milton Ribeiro voltou a dizer que “é impossível a convivência”.

“Nós temos hoje 1,3 milhão crianças com deficiência que estudam na escola pública. Desse total, 12% têm um grau de deficiência que é impossível a convivência. O que o nosso governo fez: ao invés de jogá-los dentro de uma sala de aula pelo ‘inclusivismo’, nós estamos criando salas especiais para que essas crianças possam receber o tratamento que merecem e precisam. Nesse sentido, elas [crianças] se atrapalham muito. Nem ela ouve nem o outro entende” afirmou.

Milton Ribeiro também hipotecou lealdade ao presidente Bolsonaro. "Bolsonaro tem muitos defeitos, mas não pode ser acusado de corrupto ou ex-presidiário, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário