Home

Anúncio Publicitário

header ads
16ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo manteve a condenação de Leihla Dvoskin que chamava a população do Norte e do Nordeste de ignorante.
Os embargos apresentados pela socialite foram rejeitados. Logo, a pena de dois anos de prisão em regime aberto que foi convertida em prestação de serviços comunitários e pagamento de 20 salários mínimos está mantida.

Relembre
Em 2014, após divulgação da vitória de Dilma Rousseff (PT) nas eleições presidenciais, com resultados expressivos sobretudo no Nordeste, Dvoskin comentou em post no Facebook que “este povo do Norte/Nordeste, ignorante, que se contenta com migalhas, deveria ser separado do Sul/Sudeste”. E afirmou que o resultado se devia “à compra de votos deste governo corrupto e comunista com ‘obras sociais’ (bolsa miséria…)”. O comentário rendeu denúncia pelo Ministério Público de São Paulo.
com informações do JotaInfo

Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

Moura

Anúncio Publicitário

GOV RN