Home

Um tesouro de esmeraldas, rubis e safiras enterrados por décadas em uma geleira no Mont Blanc, na França, foi finalmente dividido entre o alpinista que os descobriu e a cidade de Chamonix, oito anos depois de serem encontrados. O montanhista tropeçou nas pedras preciosas em 2013.
A lei estipula que, se nenhum herdeiro for encontrado em dois anos, o tesouro retorna metade para o alpinista que fez a descoberta e metade para o proprietário da geleira Bossons, onde estava. Ou seja, a comuna de Chamonix.

As jóias permaneceram escondidas em uma caixa de metal que estava a bordo de um avião indiano que caiu na paisagem desolada cerca de 50 anos antes. "As pedras foram compartilhadas esta semana" em dois lotes iguais avaliados em cerca de 150.000 euros (US $ 169.000) cada, disse o prefeito de Chamonix, Eric Fournier, à AFP.

Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

header ads

Anúncio Publicitário

Banner