Home

Agentes da Delegacia de Homicídios de Mossoró prenderam um homem de 20 anos, e um menor de 16 anos, acusados pela morte do fisioterapeuta Hadirson Caio. Segundo o delegado Rafael Arraes, a dupla confessou o crime.

Além do assassinato de Hadirson Caio, os presos também confessaram a autoria da morte de Bruno Hallyson, de 35 anos, no dia 5 de abril.

Os autores alegam ser garotos de programa e chegaram às vítimas através de aplicativo de relacionamento voltado ao público LGBTQIA+. Ele disseram ter matado os dois rapazes por se negarem a pagar o programa. Vinícius foi conduzido ao sistema prisional, e o adolescente foi levado para o Centro de Atendimento Socioeducativo Provisório.
Com informações de OMossoroense.

Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

Banner

Anúncio Publicitário

header ads