sábado, 12 de março de 2016

Aluno potiguar recordista na redação do Enem não vai poder cursar Medicina

O aluno de Natal, recordista na redação do Exame Nacional do Ensino Médio - 2015, Frederico Andrade Monteiro Filho, não vai poder cursar Medicina como pretendia.
Apesar de ter tirado nota máxima na prova e boas médias nas demais, ele está na relação de 'treineiros', pois cursava a segunda série do ensino médio na época do concurso.
O estudante falou ao portal G1 que foi com tristeza que recebeu a notícia de que não poderia usar a nota para conquistar a tão sonhada vaga. “Pra mim foi uma situação super triste. Passei anos estudando muito, me dedicando ao máximo. E, por causa dessa medida do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), pessoas que tinham capacidade para cursar uma universidade não conseguiram”, lamentou.
O estudante não vai desistir do sonho de ser médico e continuará estudando para fazer a prova de novo esse ano, inclusive para tentar entrar em uma universidade fora do país, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário