sexta-feira, 22 de abril de 2016

FHC chama de "estapafúrdias" e pede que PSDB repudie declarações de Bolsonaro sobre torturador

Ainda repercutindo as declarações do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) durante a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados, domingo passado.
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) pediu que o PSDB repudie com clareza a citação de Bolsonaro à memória do coronel reformado Carlos Brilhante Ustra, já falecido, ex-chefe do Doi-Codi de São Paulo, um dos mais sangrentos centros de tortura do regime militar.
"É inaceitável que tantos anos após a Constituição de 1988 ainda haja alguém com a ousadia de defender a tortura e, pior, elogiar conhecido torturador. O PSDB precisa repudiar com clareza essas afirmações, que representam uma ofensa aos cidadãos do País e, muito especialmente, aos que sofreram torturas", disse FHC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário