quarta-feira, 6 de abril de 2016

Relator do impeachment é acusado de crime eleitoral

Ironia
O MPF-GO acusa Jovair Arantes (PTB) de crime eleitoral. A denúncia é de que Jovair utilizou em sua campanha à reeleição, em 2014, um servidor da Conab, presidida então por Rubens Rodrigues dos Santos, indicado por ele ao cargo. De acordo com o processo, o deputado se valeu do trabalho do assessor, que deveria estar em Brasília, em seu comitê eleitoral em Goiânia por dois meses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário