quarta-feira, 4 de maio de 2016

Hospital Papi busca soluções para evitar suspensão no atendimento

A diretoria do Hospital Papi - Pronto Socorro e Clínica Infantil enviou circular para planos de saúde conveniados comunicando que a unidade está enfrentando a maior crise financeira de sua história. "Ocasionada por motivos imprevisíveis, inevitáveis e alheios à sua vontade".

O Hospital alega, entre outros pontos,  a ausência de reajuste nos preços das tabelas dos planos. A crise financeira pode levar o hospital a suspender seus atendimentos, como já o fez em alguns setores, como ortopedia, ginecologia e UTI Neo-Natal, a partir da próxima sexta-feira, 06 de maio de 2016

Segundo informações, os médicos estão sem receber desde janeiro.

O documento, assinado pelos diretores Eduardo Maia, Hélio de Brito e Zélia Barbosa diz que a instituição irá buscar de forma "incansável, solução financeira junto aos Planos de Saúde, investidores, compradores e ou até mesmo ao poder público, como forma de tentar evitar o fechamento de suas portas".

A hospital deve sair com uma nota explicativa nas próximas horas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário