terça-feira, 21 de junho de 2016

Governo deverá se pronunciar sobre o 13º do funcionalismo

Suspensão da dívida

Eita, Brasil velho!!!!!
Saravá!!!!

A proposta que foi aceita dá uma carência de 24 meses aos estados. Nos primeiros seis meses, o desconto será de 100%. A partir de janeiro de 2017, esse desconto será reduzido gradualmente, em 5,55% por mês, até junho de 2018, conforme já noticiado aqui no blog.

Além disso, os 14 estados que detêm liminares no Supremo Tribunal Federal (STF), suspendendo o pagamento das dívidas retirarão as ações e pagarão esse resíduo ao longo de 24 meses. A renegociação das dívidas também alonga em 20 anos os pagamentos dos débitos com a União.

Décimo
Agora vamos esperar o pronunciamento do governo estadual.
O funcionalismo aguarde com ansiedade  uma palavra do governador sobre o pagamento de parte do décimo terceiro salário.
Na verdade, o governo deve informar quanto o tesouro deixará de repassar para a União durante seis meses. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário