quinta-feira, 23 de junho de 2016

Estudante da UFRN realizou uma pesquisa que pode gerar novos inseticidas para o combate ao Aedes aegypti

A aluna da UFRN, Juliana Macedo Chagas, pode gravar seu nome na pesquisa cientifica ao descobrir novos inseticidas para o combate da Dengue, através da manipulação de sementes de seis especies de plantas. 
A pesquisa teve professor orientador a doutora Maria de Fátima Freire de Melo Ximenes, do departamento Ciências Biológicas da Universidade Federal do RN.
Nos testes feitos, a semente da clitória conseguiu eliminar o mosquito em todas as suas fases (ovo, larva, pupa e adulta) e apresentou características de repelente, afastando a fêmea dos líquidos que continham seu extrato.
A pesquisa identificou potenciais inseticidas, mas ainda estamos no nível das perspectivas", afirmou a professora

a Clitoria fairchildiana testada com inseticida para combate a Aedes aegypti


Futuro próximo
Em Fevereiro deste ano a Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), vinculada ao Ministério da Saúde, divulgou relatório onde aponta que quatro dos cinco inseticidas utilizados no Brasil não são mais eficazes no combate ao Aedes Aegypti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário