quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Ato final do Impeachment é definido pela pergunta que Lewandowski fará aos Senadores

No último dia do julgamento da presidente afastada Dilma Rousseff, os senadores votarão a favor ou contra o impeachment. 
O presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, fará a seguinte pergunta aos senadores:

"Cometeu a acusada, a Senhora Presidente da República, Dilma Vana Rousseff, os crimes de responsabilidade correspondentes à tomada de empréstimos junto à instituição financeira controladas pela União e à abertura de créditos sem autorização do Congresso Nacional, que lhe são imputados e deve ser condenada à perda do seu cargo, ficando, em consequência, inabilitada para o exercício de qualquer função pública pelo prazo de oito anos?".

Em seguida o encaminhamento de votação.
Dois senadores do lado da acusação e dois contrários, cada um tem direito a cinco minutos
Em seguida segue-se a votação que será aberta, nominal e eletrônica. 
Dilma perde o cargo se pelo menos dois terços dos 81 senadores (54) votarem pelo impeachment. 
Em caso contrário, ela retornará ao cargo. 
A sessão será retomada às 11h desta quarta-feira (31). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário