sábado, 27 de agosto de 2016

Golpe na saúde do estado

A rádio peão anunciava nesta sexta-feira (26) que a quebra de braço entre a ex-secretária de Saúde médica Eulália Albuquerque e sua adjunta Denise Maria Aragão Melo estava tornando o clima na pasta insuportável.
Este teria sido mais um motivo a desgostar o governador Robinson Faria que resolveu "canetar" as duas moças.
A adjunta levada pela titular já não respondia com, digamos, simpatia o comando da secretária e estava criando um poder paralelo.
Será?

Nenhum comentário:

Postar um comentário