quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Joaquim Barbosa acha "dificílimo" STF reverter elegibilidade de Dilma

Para o ex-ministro Joaquim Barbosa, o Supremo Tribunal Federal nada pode fazer com relação ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. 
Segundo ele, "porque assim quer a Constituição, que confiou ao Senado e não ao STF o processo e o julgamento do PR na matéria".
Barbosa comentou pelo twitter que acha "dificílimo" o STF rever a condição de elegibilidade dada à ex-presidente no segundo julgamento de ontem. "O raciocínio é simples: se o próprio Senado que a tirou brutalmente do cargo, num segundo momento "tirou o pé do acelerador", irá o STF cassar-lhe um direito que os senadores entenderam por bem preservar?".
Conclui o ex-presidente do Supremo: "O STF não tem poder para isso. Se tivesse, teria também o poder de reverter a decisão de afastamento. E não tem".

Nenhum comentário:

Postar um comentário