segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Governadores do NE vão ao STF para garantir R$ 5 bi da repatriação




Governadores de sete estados do nordeste disseram um sonoro não ao pacote de medidas de austeridade imposto pelo governo Temer  para que os Estados possam ficar com os R$5 bilhões referente à parcela de multas pagas no programa de repatriação de recursos mantidos no exterior. 

Medidas apresentadas pelo ministro da Fazenda Henrique Meirelles são impopulares e não tinham sido posta a discussão anteriormente.

Os governadores dizem que não vão recuar e vão pessoalmente ao STF nesta terça-feira, 29, com o pedido para que União compartilhe com eles parte das multas geradas pela repatriação. Decisão final ainda será tomada pelo plenário.

Medidas amargas
Os pedidos feitos pelo governo Temer são de que Estados precisam ajustar medidas legais que definam teto de gastos, congelar salário dos servidores por dois anos, não criar cargos comissionados, cortar pelo menos 20% das despesas com funcionários comissionados, apresentar emenda à reforma da Previdência para que regras federais vigorem nos Estados, retirar ações no STF pedindo compartilhamento de multas por repatriação.
Ufa!!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário