terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Efeito motim: Cármen Lúcia deve se reunir com presidente do TJRN na quinta-feira, 05

Cármen Lúcia em visita aos presídios do RN em outubro de 2016
A rebelião em um presídio de Manaus no início da semana, que terminou com a morte de 56 presos, acendeu a luz vermelha no sistema jurídico brasileiro e forçou a ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, a convocar uma reunião nesta quarta-feira, 04, com o ministro da Justiça Alexandre de Moraes em Brasília.
Na quinta, a ministra viajará até o Amazonas para verificar a real situação dos presídios locais.
Na capital amazonense Cármen Lúcia se reunirá com o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Flávio Pascarelli e deve conversar ainda com os presidentes dos TJ do MA, RN, AC, RR, RO. 
Acredita-se que nesses estados as facções que participaram do motim também atuam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário