sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Operação "Cui Bono" da Polícia Federal mira Geddel e Cunha em suposto esquema de corrupção na CEF

Geddel Vieira Lima e Eduardo Cunha
A Polícia Federal realizou nesta sexta-feira, 13, uma operação que apura um possível esquema de fraudes na liberação de créditos junto à Caixa Econômica Federal, que teria ocorrido pelo menos entre 2011 e 2013.
A ação, denominada "Cui Bono", cumpriu mandato de busca e apreensão no DF, BA, PR, e SP e foi motivada a partir de perícia realizada em um celular apreendido do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, preso na Lava Jato.
Também foram alvos o ex-ministro Geddel Vieira Lima, ex-dirigentes da Caixa, empresários de frigoríficos, concessionárias de rodovias, empreendimentos imobiliários, e um operador de mercado.
Segundo a Polícia Federal, há indícios de vantagens indevidas para liberar créditos para empresas em troca de propinas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário