quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Polícia prende suspeita da morte de irmão do ditador norte-coreano

A polícia da Malásia prendeu nesta quarta-feira, 15, uma mulher suspeita de envolvimento na morte de Kim Jong-nam, meio-irmão do líder norte-coreano Kim Jong-un. 

A polícia disse que ela estava sozinha no Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur e carregava um passaporte vietnamita.

Kim Jong-nam morreu na segunda-feira, 13, depois de adoecer de repente no aeroporto de Kuala Lumpur. Ele estava a caminho do território chinês de Macau, onde vivia. 

A morte de  Kim Jong-nam repercutiu internacionalmente, uma vez que ele exercia forte oposição à ditadura norte-coreana, imposta por seu irmão. 

Uma autópsia será realizada na quarta-feira, informou a polícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário