domingo, 25 de junho de 2017

Câmara aprova registro de violência contra a mulher em prontuário médico

Os deputados aprovaram na terça (20) projeto de lei que obriga os profissionais de saúde a registrarem nos prontuários de atendimento médico os indícios de violência contra a mulher. 

A medida tem como objetivo melhorar a apuração de dados sobre violência de gênero, além da prevenção e apuração da infração penal. De autoria da deputada Renata Abreu (Pode-SP), o texto segue agora para a apreciação e votação no Senado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário