quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Estado arrecada mais de R$ 5 bilhões, mas salários continuam atrasados

O Sindicato dos Auditores Fiscais do Rio Grande do Norte - SINDIFERN apresentou os números da arrecadação estadual no primeiro semestre de 2017.

Somente no mês de junho, segundo maior recorde deste ano, foram arrecadados R$ 431.909.432,29 em ICMS. Somando o trabalho do Fisco e mais o repasse do FPE, já ingressaram nos cofres públicos do RN, entre janeiro e junho, mais de R$ 5 bilhões.

O fisco estadual também comparou o desempenho das receitas estaduais considerando o mesmo período de 2016. No acumulado do ano, houve um crescimento nominal de cerca de R$ 163 milhões, que corresponde a um aumento percentual de 5,86%. 

O Fundo de Participação dos Estados -FPE, também teve um crescimento nominal na ordem de R$ 284.037.636,97 milhões, ou aumento percentual de 15,58%, considerando o mesmo período do ano passado.

SINDIFERN lamenta que apesar dos esforços e resultados apresentados, “o Governo não está priorizando o pagamento dos salários do funcionalismo público, prejudicando, inclusive, a efetiva prestação dos serviços públicos" e anunciou a manutenção da Operação Padrão e a cobrança de mais transparência nos gastos públicos, a regularização dos salários atrasados e o calendário da folha de pagamento.  

2 comentários:

  1. Isso é um descaso desse Governo com os servidores que ganham mais de 4 mil reais, como se estes não tivessem compromissos financeiros de subsistência igualmente superiores a esse valor. Esse governo Robson Faria é uma vergonha ao inaugurar obras pagas com vultosas quantias a empreiteiras, enquanto não paga o salário dos servidores que dão sustentabilidade ao serviço prestado aos cidadãos potiguares.

    ResponderExcluir
  2. Era para sair por improbidade administrativa esse pilantra

    ResponderExcluir