quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Operação no TRF da 5ª região

A PF, em conjunto com o MPF/RN, deflagrou na manhã de hoje a operação Alcmeon para desarticular um grupo criminoso que explorava a compra e venda de votos em uma turma do TRF da 5ª região. Advogados e um desembargador aposentado são alvo da operação. Os principais "clientes" eram políticos. De acordo com a PF, o grupo - que cobraria em média R$ 350 mil - negociava votos em sentenças criminais para a libertação de presos ou liberação de bens apreendidos em ações penais. (Clique aqui)

?????
Para uns é a Lava Jato chegando ao Judiciário. Para outros, é a Lava Jato, diante dos erros que estão aparecendo, ameaçando o Judiciário. Quem viver, verá. 

Inovação penal?
As informações que chegam sobre o caso envolvendo o TRF da 5ª região dão um tom assustador. Segundo se ouve, o desembargador aposentado seria investigado por "exploração de prestígio". Qual será a tipificação para isso? E mais, ele teria recebido valores a pretexto de influir em outros magistrados. Qual o nome disso, honorários? Ora, a advocacia é uma profissão na qual o cidadão empresta sua argumentação para o cliente. E, obviamente, espera que ela tenha voz ou, melhor dizendo, influa na decisão.
fonte:Migalhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário