quarta-feira, 20 de setembro de 2017

AGU mantém na Justiça suspensão de pensão a filhas solteiras de servidores

A advogada-geral da União (AGU), Grace Mendonça, diz que o órgão conseguiu manter na Justiça a suspensão do pagamento de pensões a filhas de servidores públicos que já morreram. 

Em média, cada uma delas recebe R$ 64,1 mil por mês. São 19,5 mil mulheres nessas condições, que, segundo a AGU, têm outras fontes de renda e, portanto, não têm direito às pensões.

O pedido da AGU foi ratificado pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 2ª Região.
Fonte: Blog do Vicente 

Nenhum comentário:

Postar um comentário