Home

GOVERNO DO RN




A Corte russa estabeleceu hoje (19) a libertação, sob fiança, da ativista brasileira Ana Paula Maciel presa em São Petersburgo.  A informação foi divulgada pelo Greenpeace, grupo ambientalista da qual a brasileira faz parte, ressaltando que "a acusação de vandalismo foi mantida". "[Maciel] é a primeira cidadã estrangeira que obteve este benefício", informou a organização.  

A presidente Dilma Rousseff recebeu de maneira positiva a notícia. Em seu Twitter, a mandatária afirmou que ficou "muito feliz com a notícia de que a bióloga brasileira Ana Paula Maciel possa, mediante fiança, responder em liberdade ao seu processo na Justiça da Rússia". Ela também acrescentou que o Ministério das Relações Exteriores "está acompanhando com atenção o caso de Ana Paula".

com informações da ANSA

Poste um comentário

comente aqui..