Home

GOVERNO DO RN
Um pastor de uma pequena igreja pentecostal no Kentucky, EUA, Jamie Coots, está utilizando serpentes venenosas em cultos considerando ser um sacramento cristão. 
Usar cobras já é um tradição na região, mas vem sendo questionado por promotores públicos que consideram uma ameaça à segurança das pessoas.
Na semana passada 50 cobras venenosas, incluindo cascavéis, foram apreendidas.
Para os religiosos, mesmo que sejam picados, vão recusar tratamento médico porque acreditam que são dignos da fé de Deus, e que seu destino está nas mãos de Deus.
Manuseio de cobra em rituais foi proibido na maioria dos estados, incluindo Kentucky e Tennessee, depois que vários profissionais foram acidentados.

Poste um comentário

comente aqui..