Home

GOVERNO DO RN
Da Folha
Em mais uma resposta ao deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) disse nesta quarta-feira (13) que não vai repetir no Senado os "erros" cometidos pelo presidente da Câmara.
Renan disse que Alves fez uma declaração "errática" ao afirmar que há um "jogo de empurra" entre a Câmara e o Senado para o fim do voto secreto no Legislativo. Ao subir o tom contra Henrique Alves, o presidente do Senado disse que a Câmara deveria "fazer o que o Senado faz", que é votar, ao invés de criticar o Legislativo.
"Não vamos repetir no Senado os erros que o Henrique cometeu na Câmara. Acho que falta à Câmara fazer o que o Senado faz. Tudo o que a Câmara vota, o Senado vota quase imediatamente. Quando as coisas andam numa Casa e não andam na outra, fica com o bicameralismo descompensado. Isso precisa ser resolvido e não dar esse tipo de declaração de que está havendo empurra. Não é isso. É uma declaração errática", afirmou.  
A polêmica entre Renan e Henrique começou ontem, depois que o presidente da Câmara disse que o "jogo de empurra" está impedindo a votação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que acaba com o voto secreto.  

Poste um comentário

comente aqui..