Home

GOVERNO DO RN
Os cientistas refizeram o trajeto do asteróide que caiu na região de Chelyabinsk, Russia, em fevereiro deste ano e concluiram se tratar do maior que já colidiu com a terra desde 1908.
Segundo trabalho publicado na Nature.com o risco de objetos semelhantes atingirem nosso planeta pode ser dez vezes maior do que se pensava anteriormente.
O asteróide russo foi 30 vezes mais brilhante que o Sol, e tinha uma energia equivalente a mais de 500 quilotons de TNT.
Veja o vídeo do trajeto aqui
 

Poste um comentário

comente aqui..